Morte

3 de mai de 2013

                                                                                                                                                                                                           Quando a noite demora a passar,  parece que o teto se move, que os meus "Demônios" interiores se projetam para fora de mim 
Medos, traumas, inseguranças, tudo projeta no teto branco do meu quarto, em uma visão tridimensional.
horas necessito reagir, quando de fato tudo aquilo me sufoca.
È possível ouvir os barulhos das correntes, você consegue ouvir?
Consigo ouvir um grito de desespero, e grunhidos entre gemidos uma mistura de dor e sadismo.Ouve?
Houve um tempo em que a intensidade era maior, mais o que se ouvia era um pulsar do coração; 
batidas intensas como uma alegoria de escola de samba, uma mistura de vigor, amor, e vida.
hoje não mais, sem sambas, sem chorumelas, sem velas.
a uns meses minhas noites tem se acalmados, tudo tem se assentado, cada qual em seus devidos lugares, fora de mim , dos meus pensamentos, era como no vale de ossos secos, podia ouvir hoje o barulho de ossos ressequidos voltando a vida, menos quando ele me toca, ai tudo volta, como um furação , o grito vem e mãos abafam o meu grito e o que sobra é um olhar superficial, um olhar neutro , sem explicação sem sentimento, só o interior reconhece, ouve, sente, e sabe, o grito, grunhido, gemido, suspiro, morte.. 
que cada toque dele me trás.

morri, mais uma vez, eu morri!

0 comentários:







Se eu estou forte, se eu estou caido , Deus me ama! :D

Musiquinha ♥

Design e código feitos por Julie Duarte. A cópia total ou parcial são proibidas, assim como retirar os créditos.
Gostou desse layout? Então visite o blog Julie de batom e escolha o seu!